Serviço de emissão de RG pode parar, alerta o deputado Anderson Pereira

O deputado fez o alerta e pediu empenho das autoridades para resolver o impasse.

O deputado Anderson Pereira (PROS), durante sessão ordinária realizada nesta quarta-feira (13), externou preocupação com a atual situação que se encontra o serviço de emissão de carteiras de identidade (RG), executado pelo Instituto de Identificação de Rondônia.

Em seu discurso, Anderson afirmou que fez requerimento junto à Mesa Diretora da Casa, solicitando do Executivo, informações sobre a parceria feita junto a prefeituras de diferentes municípios sobre as 47 unidades do Instituto de Identificação, que daria agilidade na emissão e entrega dos documentos, que antes demorava até 90 dias para chegar ao cidadão.

O parlamentar ainda afirmou que por conta de um processo que se encontra parado na Superintendência Estadual de Licitações (Supel), com parecer aprovado pelo Tribunal de Contas (TCE), operações que são feitas para atender o cidadão e parar atender pedidos da casa podem parar por duas causas.

O material ainda em estoque pode finalizar e a lentidão do sistema. Anderson fez questão de destacar, que o processo parado na superintendência é justamente para contratar um sistema mais ágil, que colocaria um fim na problemática.

Desta forma, o deputado que também é presidente da comissão de Segurança Pública da Assembleia, alerta o Governo do Estado, Secretaria de Segurança e o diretor da instituição, Júlio Kasper, para que agilizem o processo e não deixem o serviço parar.

Ainda de acordo com Anderson, o recurso está garantido pelo fundo e é questão de interesse político. O deputado pede que o atual governador mantenha o acordo feito na gestão governamental passada e estenda o projeto das unidades aos 52 municípios, para que o cidadão não se desloque de um lugar para outro, apenas para tirar o documento.

Mutirão de Documentos para atender a demanda em Espigão do Oeste

Recentemente o deputado Anderson protocolou documento junto a Secretaria de Segurança e o diretor da instituição, Júlio Kasper no sentido de viabilizar um Mutirão de Documentos para atender as demandas da população de Espigão do Oeste.

A propositura do deputado foi em atendimento ao pleito do vereador Devair Réga (SOL) que solicitou o apoio do parlamentar para promover esse mutirão em Espigão. Segundo Rega ao setor está estagnado com muitos documentos demorando meses para serem entregues.

Autor: Luizinho Carvalho/Cientista Social

Fonte: Assessoria/ALE

Comentarios