Sedam realiza ação em comunidades indígenas para viabilizar o etnoturismo e desenvolvimento ambiental

29 setembro, 2021

Superintendente da Setur, Gilvan Pereira, conhece projetos em aldeias da comunidade.

Um novo olhar para o turismo indígena tem transformado o cenário Superintendente da Setur, Gilvan Pereira, conhece projetos em aldeias da comunidade das comunidades de Rondônia.

Com esta proposta, o Governo de Rondônia, por meio da Sedam e da Setur, tem buscado medidas para fortalecer o turismo e o desenvolvimento ambiental dentro das comunidades indígenas, incentivando a conservação e o desenvolvimento ecológico.

Nesta premissa, servidores da Sedam e o superintendente da Setur, Gilvan Pereira Júnior, visitaram na última semana, as aldeias da comunidade indígenas do município de Cacoal.

O turismo em terras indígenas engloba segmentos distintos e atividades culturais. Com isso, o povo Paiter Suruí, localizado em Cacoal, vem desenvolvendo a atividade de etnoturismo como uma das estratégias de valorização e divulgação de sua cultura.

Durante uma semana, a equipe técnica da Sedam conheceu algumas comunidades indígenas da Linha 7 de setembro, em Cacoal. A proposta do encontro é promover o planejamento do turismo na aldeia, com o objetivo de ajudar desenvolver a economia dos povos e ampliar o grau de conhecimento da população geral sobre a cultura indígena.

Assim, todos terão uma visão mais clara sobre a importância de cada elo e sobre prioridades para o desenvolvimento dos serviços turísticos. Com esta proposta, a Coordenadoria de Povos indígenas da Sedam, (Copim) tem o compromisso de subsidiar o diálogo e decisões das comunidades, assim como a articulação com operadores de turismo.

Dentre as atividades realizadas, a equipe técnica da Sedam conheceu as demandas por turismo em terras indígenas e os fatores que determinam as escolhas dos turistas. Dentro da área ambiental esta parceria tem como objetivo identificar a recuperações de nascente dos rios no território.

Por Jaqueline Damasceno/Secom

Comentarios