Secretário da Sedam é levado ao presídio provisório de Porto Velho

O secretário de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Hamilton Santiago Pereira, será levado ao presídio provisório de Porto Velho.

Ele teve a prisão temporária de cinco dias decretada – podendo ser prorrogada por mais cinco. A detenção faz parte das investigações da operação “Pau Oco”, da Polícia Civil.

Hamilton se apresentou ao Ministério Público Estadual de Rondônia (MPE-RO) na tarde desta terça-feira (6) e foi ouvido por cerca de oito horas.

Antes de seguir à unidade prisional, o secretário vai para o Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exame de corpo de delito.

O adjunto, Osvaldo Luiz Pittaluga, também segue em prisão temporária. Além deles, outros três servidores do órgão alvo da ação foram detidos.

Conforme as investigações, funcionários públicos estariam envolvidos em uma organização que cometia crimes contra a administração ambiental.

Agora, a polícia apura se há mais envolvidos e analisa o material apreendido nas casas dos servidores, que passará por perícia. Entre eles há computadores, CPUs e contratos. Eles foram encaminhados nesta terça ao Ministério Público lacrados em sacos.

Consultada, a assessoria do governo informou que o governador de Rondônia, Daniel Pereira, está em Brasília (DF) junto ao presidente da República, Michel Temer (PMDB), em uma audiência e que ele não consegue se pronunciar no momento.

Fonte: G1/RO

Comentarios