Salvaero da FAB faz levantamento de avião que saiu de Rondônia com 2 pessoas e pode ter caído no Nortão

A assessoria da Força Área Brasileira (FAB) confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que o Salvaero Amazônico, unidade responsável por coordenar buscas aéreas, foi notificado sobre o desaparecimento do avião modelo Paradise, prefixo PU-PPY, que saiu de Espigão do Oeste (RO), no último domingo, e pode ter caindo na região de floresta entre Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop) e o Pará.

“Conforme estabelecido nas normas internacionais de busca e salvamento, o Salvaero realiza, desde a notificação do desaparecimento, levantamento de dados sobre a aeronave e a apuração sobre a possível trajetória da aeronave no intuito de estabelecer as novas fases da operação e de comunicar as autoridades responsáveis”, consta no trecho do documento.

No avião estavam o piloto (identidade não confirmada), e o empresário Joerli Silvares Teixeira, de 34 anos.

A esposa dele, Keila Cassiano da Silva registrou na delegacia de Polícia Civil de Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop) o desaparecimento do avião, na última quarta-feira.

Ela explicou, anteriormente, em entrevista, ao Só Notícias, que eles decolaram por volta das 8h de Espigão D’Oeste (RO). “Consegui falar com Jorlei pelo celular por volta das 12h, mas a ligação ficou muito ruim e acabou perdendo contato.

Sabemos que eles iriam parar em Redenção (PA) para reabastecer a aeronave e, depois, seguiriam para Fortaleza (CE), onde o piloto que é amigo dele mora”.

Keila afinou ainda que, durante o trajeto, recebeu uma foto de Jorlei Silvares sobrevoando a região do rio Peixoto. “Por isso, acreditamos que a aeronave pode ter caído nessa região entre Mato Grosso e o Pará.

Também confirmamos que em Redenção onde ele iria reabastecer nem sequer chegou. Alguma coisa aconteceu. Ele me mandou uma foto sobrevoando a região e pode ter caído nesse intervalo para frente”.

Fonte: Só noticias

Comentarios