Polícia Federal fecha garimpo em Aripuanã e conflito é gerado com garimpeiros

A Polícia Federal desencadeou, nesta segunda-feira (07/10), a 2ª fase da Operação Trypes em ação conjunta com forças de segurança do Estado de Mato Grosso.

Esta etapa tem o objetivo de cessar as atividades de um grande garimpo ilegal no município de Aripuanã.

De acordo com as investigações, além do impacto ambiental na região, o garimpo ilegal estaria causando grande impacto social no município com aumento do índice de homicídios, tráfico de drogas, prostituição, etc.

Cerca de 160 policiais, além de servidores do IBAMA e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Mato Grosso – SEMA/MT atuarão na área durante toda semana.

“O nome da operação deriva da palavra grega “trypes” que significa “buracos”.

Esta é uma alusão à situação em que ficou a região após a ação dos criminosos. A operação está em andamento no garimpo de Aripuanã que hoje conta com aproximadamente 2000 mil garimpeiros.

Segundo informações de Aripuanã, um garimpeiro morreu nesta manhã após um suposto confronto com o BOPE na serra do garimpo ilegal.

Fonte: RECORD TV JUÍNA

Comentarios