Opinião: Até tú, Sedam?

Chegou à Assembleia mais um problema grave envolvendo moradores em área em que o Estado considera como de proteção ambiental, mas onde há famílias, principalmente pequenos produtores, que vivem de extrativismo e criação de pequenos animais.

O novo caso envolve trabalhadores da unidade de conservação reserva Aquariquara, na região de Ariquemes, Machadinho e outras localidades. Um grupo de representantes das 28 famílias que vivem na área denunciam exageros da Sedam e da Polícia Ambiental.

Um deles disse que recebeu uma multa de 3 mil reais por estar criando um porco, o que, segundo o pequeno produtor, é totalmente legal. O assunto está seno intermediado pelo deputado Alex Redano e já chegou à Comissão de Meio Ambiente da Assembleia.

Os deputados Anderson Pereira, Cirone Deiró e Chiquinho da Emater, que compõem a comissão, estão tratando do assunto e exigindo solução. Outra denúncia que chegou ao grupo de parlamentares é de que uma casa de um proprietário teria sido incendiada.

Caso se comprove a verdade na ação, ela vai totalmente contra o que anunciou o governador Marcos Rocha, que proibiu a queima de máquinas e bens em qualquer ação da Sedam.  Que tudo seja esclarecido.

Fonte: Sérgio Pires

Comentarios