O mosaico político de Espigão do Oeste começa a ser montado visando a eleição de 2020

Nomes novos e antigos se misturam e todos convergem para um objetivo, o Palácio Laurita Fernandes.

A lista com nomes de pré-candidatos dispostos a disputarem a prefeitura de Espigão do Oeste nas eleições de 2020 vem aumentado a cada dia. De velhas figuras a lideranças emergentes o mosaico político do município vem se desenhando paulatinamente.

Nilton Caetano – PP

Candidatura natural de Nilton Caetano (PP) cujo partido tem a maior representatividade municipal (prefeito e dois vereadores), é quase imperativo que o Partido Progressista vai estar presente.

Caso o prefeito Nilton Caetano resolva não ir para a sua reeleição, a vaga ficara pelo que se imagina entre as duas lideranças no Legislativo Mirim a quem caberá representar os Progressistas na corrida sucessória ao Palácio Laurita Fernandes.

Arlindo Dettmann – PSB

O empresário no ramo de combustível, Arlindo Dettmann (PSB) que já tem no currículo um mandato de chefe do executivo local pelo PSDB (1997/2000), concorreu no pleito passado como vice de Décio Lagares pelo PSB, volta ao circo político como uma opção ao eleitor.

Comentado nas rodas de conversas pelos mais antigos como o melhor prefeito para a zona rural, Arlindo tenta buscar seu espaço agora junto ao eleitorado jovem que não conheceu seu trabalho, quando muito ouviram os pais falarem de seus feitos.

Décio Lagares – PTC

Décio Lagares (PTC) certamente tentara mais uma cartada para alcançar o cargo de mandatário municipal. Vereador por três mandatos, eleito como o mais votado em todos eles, já debutou ao cargo do executivo na eleição passada sendo derrotado pelo atual prefeito Nilton Caetano.

Lagares exerce uma boa liderança local, com facilidade para agregar correligionários que o acompanham nas suas candidaturas, mas como a candidatura ao cargo majoritário é atípica, fica novamente a indagação: Será que desta vez consegue emplacar.

Dalto Pimentel – PSC

Outro empresário agora no ramo de agropecuária, Daltinho da Agromil, antigo militante do PCdoB e, que agora está se mudando para o Partido Social Cristão (PSC).  Daltinho é considerado uma liderança atuante nos bastidores da política local.

Sempre a frente das mobilizações locais, Dalton Pimentel tem se mostrado aberto ao diálogo com as demais lideranças e seu discurso prega pela união de forças em nome de Espigão. No PSC Pimentel já trabalha com a composição de uma boa nominata de vereadores.

Valter Lara – PSDB

Valtinho Lara atual vice-prefeito e líder do PSDB em Espigão comanda a segunda força política no município. O partido do PSDB tem Valtinho como vice-prefeito, vereadora Saiara Toledo e o presidente da câmara, vereador Joveci Bevenuto.

Apesar de Valtinho não confirmar sua intenção ou não de participar diretamente da sucessão, a incógnita impera no sentido de que se pode esperar do PSDB para 2020. Nos bastidores o partido vem recebendo várias adesões de lideranças em suas fileiras.

PROS/ESPIGÃO

Por fim o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) que surge em Espigão apoiado pelo deputado Anderson Pereira (Pros), busca pelo seu espaço político. Com o discurso pela renovação, a legenda vem acolhendo dezenas de lideranças em suas fileiras.

Com o objetivo inicial de levar para o pleito de 2020 sua nominata de candidatos ao legislativo, o Pros/Espigão não refuta a proposta de também apresentar uma candidatura majoritária cujo nome já vem sendo trabalhado nos bastidores pelo partido.

O Tabuleiro de Xadrez

Certamente outros nomes irão surgir ao longo desse período, oferecendo opções ao cidadão/eleitor que atualmente se encontra bem mais politizado graças a velocidade com que as informações chegam até ao seu conhecimento.

Esta é apenas uma análise semiótica da situação, para se começar decifrar o mosaico político de Espigão e assim tentar antecipar os movimentos das peças desse tabuleiro onde cada uma espera dar o “Xeque Mate” no adversário.

Autor: Luizinho Carvalho/Cientista Social

Comentarios