Moradora da Linha 48 fica sem transporte escolar, denuncia moradores de Pimenta Bueno

Prefeito disse que providências estariam sendo tomadas a fim de sanar com a problemática.

Um morador da Linha 48, zona rural de Pimenta Bueno (RO), denunciou que uma estudante menor de idade, está perdendo aulas por falta de transporte escolar.

De acordo com o denunciante, o ônibus deixou de busca-la na linha em que reside e a explicação ouvida da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), seria de que o transporte escolar tem de ser feito somente vicinais, adentrando os travessões, se houver distância superior a três quilômetros.

Em suas palavras, o morador dá conta de que o transporte escolar estaria ocorrendo durante todo o ano letivo normalmente e que problemática surgiu acerca de trinta dias.

Ao buscar informações sobre o que teria provocado a mudança no trajeto do ônibus, o morador teria ouvido na SEMEC que o corte de despesas seria uma das principais causas.

O Avô da criança que se chama Levi Laureando Silva, disse estar preocupado com a situação e ao buscar uma solução, teria recebido a informação de que agora deverá levar a criança até a Subestação de Energia, que fica localizada na RO Lucia Tereza, aumentando o custo e a distância de um quilômetro para seu embarque.

Em conversa com o prefeito Sostenes Silva (PP), ele confirmou a situação dos cortes de despesas e disse que a prefeitura estaria apenas cumprindo com normas.

O prefeito ainda disse que uma providência estaria sendo tomada, a fim de que casos como este da estudante da linha 48, sejam todos sanados, pois, o transporte escolar é um direito do estudante e obrigação dos governantes.

Até o final desta quarta-feira (7/11), ainda não havia sido divulgada qual providência teria sido tomada.

Fonte: Minutorondonia

Comentarios