Luizinho Goebel ratifica o direito da Irredutibilidade da Polícia Civil de Rondônia

Goebel exigiu do governador Marcos Rocha que ele possa encaminhar emergencialmente a decisão política fundamentada no princípio jurídico-constitucional da Irredutibilidade

Na sessão extraordinária desta quinta-feira (7), o deputado estadual Luizinho Goebel (PV/ Vilhena), abonou a proteção e a defesa constitucional quanto as compressões remuneratórias dos servidores públicos da Polícia Judiciária do Estado de Rondônia.

Goebel exigiu do governador Marcos Rocha (Sem Partido), que estava acompanhando online a votação do Projeto de Lei 530/20, que aprovou mais de 191 milhões de reais para SESAU, que ele possa encaminhar emergencialmente a decisão política fundamentada no princípio jurídico-constitucional da Irredutibilidade.

O governador Marcos Rocha que estava ao lado do deputado estadual Jair Montes (PTC) em transmissão ao vivo, não respondeu Luizinho e foi através do colega de parlamento que a resposta do Poder Executivo de Rondônia veio, e o governo decidiu protelar para uma próxima sessão extraordinária.

Segundo Luizinho Goebel, o projeto da Irredutibilidade da Polícia Civil do Estado de Rondônia, é uma conquista jurídico-social com proteção e garantias constitucionais. Portanto, na visão legislativa de Luizinho, a aprovação da Irredutibilidade da Polícia Judiciária será justa a aquisição desse direito exercido na prática.

Aqui eu reafirmo o pedido de contemplação da nossa Polícia Civil com a proposta de Irredutibilidade, justificou sua defesa em prol da classe o deputado estadual Luizinho Goebel. Informações de fontes do legislativo confirmam uma extraordinária para esta sexta-feira votar esse projeto.

Por Maique Pinto

Comentarios