Energisa e APAE de Ariquemes celebram convênio para economia de energia na instituição

17 junho, 2022

Programa de Eficiência Energética, regulado pela Aneel, gera economia equivalente ao consumo de 13 casas populares por mês.

Nesta quinta-feira (09), a Energisa assinou o contrato do início do Programa de Eficiência Energética que vai beneficiar a APAE de Ariquemes. São cerca de R$ 100 mil em investimentos para promover economia de energia prevista de 25 MWh/ano, equivalente ao consumo de 13 casas populares.

Serão substituídas 77 lâmpadas pelo modelo LED, mais econômicos e eficientes, e instalação de 25 placas solares para geração de energia.

Segundo o diretor presidente da Energisa em Rondônia, André Theobald, o desenvolvimento de programas para uso eficiente da energia em instituições que realizam trabalhos sociais é uma importante contribuição da empresa para a comunidade rondoniense.

“Sabemos que cada real economizado no dia a dia das instituições filantrópicas é muito importante e este programa vem justamente para isso”, explica o presidente. A APAE de Ariquemes foi fundada há 39 anos e do município e da região do Vale do Jamari.

“Estamos muito felizes de sermos contemplados com este investimento porque o valor que economizaremos poderemos aplicar em ações de melhorias no atendimento dos nossos alunos”, afirma a presidente da APAE, Iria Rossanesi.

Esta é a terceira APAE de Rondônia contemplada pelo programa que já funciona nas associações de Porto Velho, Espigão do Oeste e na Cernic em Cacoal, instituição de que também desenvolve trabalho social.

Os próximos investimentos do Programa de Eficiência Energética no estado serão no Sesc, Sesi e IFRO de Porto Velho, na Unir de Ji-Paraná, no Hospital Municipal de Espigão do Oeste e na Iluminação Pública de Novo Horizonte, o que totalizará mais de R$ 6 milhões em investimentos.

A ação é viabilizada por meio do Programa de Eficiência Energética, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Acesse www.energisajuntos.com.br/ro e conheça outras instituições beneficiados pelo projeto.

Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia

Comentarios