Durante a pandemia, senador Marcos Rogério gastou mais de R$ 37 mil em combustível

Evolução do patrimônio do parlamentar também chama a atenção

Durante a pandemia, senador de Rondônia gastou mais de R$ 37 mil em combustíveis, incluindo querosene para avião

O senador Marcos Rogério (DEM) deve ter se movimentado muito pelo Estado este ano, apesar da pandemia.

O senador já gastou, entre janeiro e abril deste ano, R$ 37.806,16 em combustíveis, valor que foi ressarcido pelo Senado, já que entra na cota parlamentar.

Desse valor, pouco mais de R$ 16 mil foram em combustíveis para aviação (se você não sabia, o senador diz ter cotas de uma aeronave, que segundo ele, pertence a mais dois amigos).

Marcos Rogério é um fenômeno no que diz respeito a aumento do patrimônio pessoal. Quando disputou para vereador em Ji-Paraná, em 2008, declarou ter um patrimônio pessoal de R$ 168 mil. Em 2010, dois anos depois, já tinha amealhado R$ 260 mil.

Quatro anos depois, quando disputou para deputado federal, ele já era quase milionário, tinha patrimônio de R$ 733.005,50.

E em 2018, quando venceu a disputa ao Senado, já era milionário, com R$ 1.301.704,58. É ou não um verdadeiro “Ronaldinho” das finanças?

Fonte: Painel Politico

Comentarios