Coronavírus: produtores rurais e trabalhadores do campo também devem se proteger

Morar no campo, longe da cidade, não significa estar longe do vírus. O Covid-19, doença infecciosa causada pelo coronavírus não respeita distância e requer muita atenção às medidas de prevenção que estão divulgadas pelo governo.

Assim, grandes pecuaristas, produtores rurais, trabalhadores do campo, que produzem os alimentos que chegam às mesas dos consumidores devem se precaver e seguir as regras que estão sendo divulgada por todo o país.

Os casos detectados em Rondônia divulgados no último boletim de 22 de março apontam 163 casos suspeitos e somente três confirmados, ainda não são alarmantes, mas são preocupantes.

A proposta do governo estadual com o Decreto n. º 24.887 de 20 de março de 2020 é tentar conter, de todas as maneiras possíveis, que o coronavírus se alastre pelo estado e aumente o número de contaminações.

É comum entre os produtores rurais, durante a lida, compartilhar suas ferramentas (pá, enxadas, rastelos, etc.) de trabalho, mas isso agora deverá ser evitado.

Ao compartilhar suas ferramentas elas podem ser contaminadas, já que nos primeiros dias não há sintomas para o portador de coronavírus, o ideal é, antes de utilizá-las, que elas sejam higienizadas da forma correta. Isso também vale para as ordenhadeiras, os baldes e todos os utensílios utilizados no trabalho.

Esses cuidados também devem tomados ao se utilizarem máquinas e equipamentos (tratores, colheitadeiras, etc.), sempre fazendo a higienização em todas as partes que serão tocadas, como volantes, marchas, maçanetas, etc.

Em casa também é preciso ter o cuidado de não compartilhar copos, pratos e talheres, mesmo com seus familiares. É preciso sempre estar atento e orientar seus maridos, esposas, filhos

Para que o coronavírus entre no organismo do ser humano é preciso que haja um receptor e esses receptores estão nas vias respiratórias, por isso é muito importante tomar cuidado para não colocar a mão no rosto e evitar que o vírus chegue as mucosas de olhos, nariz e boca.

E todas as vezes que voltar do trabalho para casa lave muito bem a sua mão com água e sabão e, se preciso use também álcool gel 70, você protegerá a si e sua família de uma possível contaminação.

Isolamento é um ponto fundamental para tentar conter a disseminação do coronavírus. Quem puder, deve evitar sair de casa, mas se for inevitável, combine com os vizinhos e vá apenas um para fazer a compra de todos. Isso contribuirá para evitar aglomerações e risco de contaminação.

Quem trabalha no campo sabe que muitas vezes depende de quem vem da cidade para garantir a sua produção e comercialização dos seus produtos.

São fornecedores para levar insumos à propriedade, caminhões que vem buscar a produção comercializada, e extensionistas da Emater-RO, levando orientações e políticas públicas de desenvolvimento rural.

Mas é preciso lembrar que, ao receber qualquer pessoa, é preciso manter, no mínimo, um metro de distância. E, para cumprimentá-lo, basta um aceno, de longe mesmo.

Ninguém ficará ofendido, pois todos estarão unidos nesse enfrentamento contra uma das maiores pandemias do país.

Fonte: Wania Ressutti – Secom/Governo

Comentarios