Comando da PM retira policiais da rua para cuidar de visita íntima em presídios

A operação ira gastar cerca de 300 mil reais em diárias.

Na tarde desta última quinta-feira (7) o Subcomandante Geral da PM, Coronel Rildo José Flores, fez um chamamento via ofício para várias unidades da corporação no estado, para transferir parte do efetivo dos Batalhões do interior e da capital para suprir a demanda nas ações dos presídios.

Os policiais militares convocados, vão atuar no lugar dos agentes penitenciários, em decorrência da intervenção decretada pelo Governo do Estado.

O que gera questionamentos é o fato de policiais saírem das ruas, com o serviço ostensivo de prevenção a crimes, deixando cidades desguarnecidas, já que o número do efetivo da corporação é considerado baixo, perante a real necessidade.

Os policiais convocados são de (21 servidores) Porto Velho, Ariquemes além do 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Ji-Paraná (22 servidores), 3º BPM de Vilhena (22 servidores) e o 4º BPM de Cacoal (22 servidores).

DIÁRIAS

Para este chamamento o valor da diária será de “Diária do Estado”, que segundo apuração da reportagem é de R$230,00, para cada policial. Serão 15 dias de trabalho, num total de 87 Policiais Militares convocados para prestar serviço nas unidades prisionais.

Por dia o estado gastará R$20.010,00, que multiplicado pelos 15 dias de serviço, o valor de diárias chega ao total de R$300.150,00 aos cofres públicos.

Fonte: Correio de Rondônia

Comentarios