Alternativa: Setor leiteiro ganha força com o apoio da Semagric através da silagem

O apoio da Administração Participativa ao setor da pecuária leiteira tem se expandido pelo município

Esta semana a “Administração Participativa” através da secretaria municipal de agricultura (Semagric) deu início aos atendimentos aos produtores do seguimento leiteiro do município com o corte do milho para a confecção de silagem. Os serviços estão sendo executados nas propriedades rurais em atendimento aos produtores previamente agendados para essa demanda.

O programa que consiste no atendimento com horas máquinas desde a preparação da terra para o plantio das forrageiras (milho, capim ou sorgo) com o corte, o transporte e o armazenamento do produto com a construção das trincheiras (silos subterrâneos) para a maturação do produto para ser distribuído ao rebanho na entressafra.

Essa é uma parceria que vem dando certo e crescendo o número de produtores atendidos durante esses de atuação. Segundo afirmação do secretário municipal de agricultura, José Sampaio Leite (Espeto) esse trabalho em parceria tem atuado em dezenas de propriedades com a produção de milhares de toneladas de silagem, principalmente de milho.

Segundo o diretor técnico da Semagric, Augustinho Matos, o agendamento é feito pelos produtores rurais previamente na Semagric que fica responsável desde a preparação da terra para o plantio, assim como no corte, o transporte da lavoura, finalizando na construção do silo subterrâneo onde a produção fica armazenada à espera da maturação.

Ao destacar essa parceria, o prefeito Nilton Caetano (PP) pontuou a importância da logística aos produtores e pecuaristas que não possuem os equipamentos apropriados para a execução dessa tarefa. A participação da Semagric nessa parceria tem ofertado uma nova opção aos nossos pecuaristas para enfrentarem a escassez de pastagens na entressafra”.

Segundo Caetano ao longo de seu mandato, a Semagric tem mantido essa programação de apoio aos produtores de leite com a disponibilização de homens e maquinas para ajudar o setor. “Atualmente já tem vários pecuaristas que adquiriram seus próprios equipamentos e já produzem a sua silagem na propriedade por conta própria”.

Essa semana as equipes de homens e máquinas da Semagric trabalharam na propriedade do produtor Floriano Werneck com o corte da lavoura de milho e a construção dos silos subterrâneos para atender a demanda da propriedade que atua exclusivamente na produção de leite na região do Canelinha.

 Autor: Luizinho Carvalho/Fotos: Decom

Comentarios